Yemanjá

20 março 2010

Uma mulher se derramou. Uma mulher comum, amante, mãe, insegura e determinada. Uma mulher incrível, as águas do mundo todo, a origem das coisas mais belas e assustadoras.

Sentimos quando ela nos tocou. Respiramos seu perfume azul-branco-transparente. Sorrimos.

O mundo nasceu.

Biba Rigo | 28,5 x 41 cm
Bruno Okada | Colagem | 21 X 29,5 cm
Kalou Droz | 24 x 22,3 cm
Marina Faria | aquarela e lápis de cor | 20,8 x 20,8 cm
Pedro Pessoa | 21 x 29,5 cm

Samuel Ornelas | 29,7 X 21 cm
Anúncios